Coordenação

JOAQUIM CARDADOR DOS SANTOS

Presidente do Conselho de Administração

 

MIRIEME FERREIRA

Coordenadora Técnica

VER MAIS
Ler + Rede Portuguesa de Municípios Saudáveis
Ler + Coordenação
Ler + Rede de Cidades Saudáveis da OMS

Organograma
Órgão deliberativo, constituído por todos os associados. Integram, atualmente, a mesa da assembleia os municípios de Viana do Castelo, Odivelas e Miranda do Corvo.
Composto por um técnico de cada município associado.
Órgão executivo composto por cinco municípios eleitos pela assembleia intermunicipal. Actualmente composto pelo Seixal, Lisboa, Montijo, Oeiras e Palmela.
Estatutos

A Rede Portuguesa de Municípios Saudáveis rege-se pelos estatutos publicados no Diário da República – III Série (N.º 5/98 de 7 de janeiro de 1998). Estes estatutos sofreram alterações em escritura a dezembro de 2015, incluindo a alteração da designação da Associação.

DOWNLOAD DOS ESTATUTOS

Parcerias

Porque trabalhar em rede significa, entre outras coisas, potenciar as parcerias existentes, a Rede Portuguesa de Municípios Saudáveis consolida-se no alargado leque de parceiros locais e (...)
VER MAIS
Alguns membros RPCS


VER MAIS



"UMA CIDADE SAUDÁVEL É AQUELA QUE ESTÁ CONTINUAMENTE A CRIAR E A DESENVOLVER OS SEUS AMBIENTES FÍSICO E SOCIAL, E A EXPANDIR OS RECURSOS COMUNITÁRIOS QUE PERMITEM ÀS PESSOAS APOIAREM-SE MUTUAMENTE NAS VÁRIAS DIMENSÕES DA SUA VIDA E NO DESENVOLVIMENTO DO SEU POTENCIAL MÁXIMO."


GOLDSTEIN E KICKBUSCH (1996)

ÚLTIMOS PROJETOS

Odivelas
Projeto "Os Super Saudáveis" - Prevenção das Doenças Oncológicas e Promoção da Alimentação Saudável

O QUE É?

É um projeto que é aplicado, em contexto escolar, e consiste num jogo, em formato de 15 cartas colecionáveis, que remetem para os alimentos que se pretende promover o consumo.

 

O QUE FAZ?

Durante 5 semanas [uma vez por semana] um almoço e um lanche, são acompanhados de um alimento pré-definido com um poder super saudável. É distribuído 1 Kit gratuito a cada criança, composto por 15 cartas e 1 passaporte que contém todas as informações/ regras necessárias ao desenvolvimento e aplicação do projeto.

 

A QUEM SE DESTINA?

Crianças que frequentam os Jardim-de-infância e 1.º ciclo do Ensino Básico do concelho de Odivelas.

 

QUAIS AS PARCERIAS?

Câmara Municipal de Odivelas, Liga Portuguesa Contra o Cancro/ Núcleo Regional do Sul.

 

QUE RESULTADOS FORAM ATINGIDOS?

Cerca de 2000 crianças abrangidas, nas duas edições realizadas.

 

QUAIS OS CONTACTOS DE REFERÊNCIA?

Câmara Municipal de Odivelas
Gabinete de Saúde e Igualdade (GSI)
Avenida Amália Rodrigues, nº 27, 2.º Piso
Urbanização da Ribeirada
2675-432 Odivelas
T: 219 320 970
E: gsi@cm-odivelas.pt

 

Odivelas
Projeto Conversas à sombra…Cuidados a ter com o sol - Prevenção das Doenças Oncológicas

O QUE É?

Projeto que aborda questões relacionadas com os cuidados a ter com a exposição solar excessiva.

 

O QUE FAZ?

Ação de sensibilização que recorre a metodologias ativas e participativas.

 

A QUEM SE DESTINA?

Crianças em idade pré-escolar (3 a 5 anos de idade).

 

QUAIS AS PARCERIAS?

Unidade de Cuidados na Comunidade (UCC) de Odivelas "Saúde a seu lado" do ACES Loures-Odivelas.

 

QUE RESULTADOS FORAM ATINGIDOS?

1 Sessão de 45m, realizada junto de 3 salas, abrangendo no total 75 crianças.

 

QUAIS OS CONTACTOS DE REFERÊNCIA?

Câmara Municipal de Odivelas
Gabinete de Saúde e Igualdade (GSI)
Avenida Amália Rodrigues, nº 27, 2.º Piso
Urbanização da Ribeirada
2675-432 Odivelas
T: 219 320 970
E: gsi@cm-odivelas.pt

 

VER MAIS
57
MUNICÍPIOS
SAUDÁVEIS
.
Alfândega da Fé
.
Almada
.
Almodôvar
.
Alvito
.
Amadora
.
Amares
.
Avis
.
Azambuja
.
Barrancos
.
Barreiro
.
Beja
.
Braga
.
Bragança
.
Castro Marim
.
Coimbra
.
Cuba
.
Figueira da Foz
.
Golegã
.
Gondomar
.
Guarda
.
Lagoa (Açores)
.
Lagoa (Algarve)
.
Lisboa
.
Loulé
.
Loures
.
Lourinhã
.
Lousã
.
Maia
.
Matosinhos
.
Miranda do Corvo
.
Monchique
.
Monção
.
Montijo
.
Odemira
.
Odivelas
.
Oeiras
.
Palmela
.
Ponta Delgada
.
Portimão
.
Porto
.
Porto Santo
.
Póvoa de Lanhoso
.
Ribeira Grande
.
Santo Tirso
.
Seixal
.
Serpa
.
Sesimbra
.
Setúbal
.
Soure
.
Tábua
.
Torres Vedras
.
Valongo
.
Viana do Alentejo
.
Viana do Castelo
.
Vidigueira
.
Vila Franca de Xira
.
Vila Real
 Um município saudável é 
 inclusivo, sensível e para 
 todos os cidadãos 
A Rede Portuguesa de Municípios Saudáveis é uma associação que tem como missão apoiar a divulgação, implementação e desenvolvimento do projeto Cidades Saudáveis nos municípios que pretendam assumir a promoção da saúde como uma prioridade da agenda dos decisores políticos.


^
v
PROJETOS

Programa de Apoio à Natação Curricular para as Escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico (CEB)

 

O QUE É?

O Programa de Apoio à Natação Curricular para as Escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico (CEB) tem como principal objetivo proporcionar a todas as crianças das escolas do 1.º ciclo do ensino básico em Lisboa a possibilidade de terem acesso a aulas de natação no âmbito curricular.

 

A Educação Física contribui para a aquisição de capacidades, habilidades, competências, saberes, atitudes e valores, sendo um fator determinante para o futuro das crianças, ao potenciar benefícios propedêuticos e para o resto da vida, resultando numa cultura educacional (adoção de estilos de vida ativos e saudáveis e diminuição de comportamentos de risco).

 

A Educação Física, onde se inclui a natação, é uma área disciplinar de frequência obrigatória (DL n.º139/2012 de 5 de julho, alterado pelo DL nº91/2013 de 10 de julho). Não obstante, tem vindo a ser cada vez mais notório o desinvestimento na área da Expressão de Educação Físico Motora Curricular, desde os primeiros ciclos de ensino. Assim, é com o intuito de suprir esta lacuna educativa que este Programa assume um papel de destaque.

 

Neste Programa, todos os alunos beneficiam de igualdade de oportunidades de aprendizagem e prática da atividade físico motora, independentemente das suas características pessoais, sociais ou económicas, através de um ensino individualizado e diferenciado, contribuindo, assim, para o desenvolvimento holístico da nossa futura sociedade civil.

 

Este programa é totalmente gratuito, quer para os alunos, quer para os Estabelecimentos de Ensino, e resulta de uma parceria estabelecida entre a Câmara Municipal de Lisboa e os Agrupamentos das Escolas públicas da cidade.

 

No Programa de Apoio à Natação Curricular do 1º Ciclo, damos a oportunidade de cooperação, comunicação e interdisciplinaridade, através da promoção da atividade física de forma regular e sistémica. Exercemos o real serviço público, contribuindo (a curto e a longo prazo) para o desenvolvimento multilateral e bem-estar físico e psíquico destas crianças, sem exceção, contribuindo para a construção de uma sociedade mais capaz, mais saudável, mais feliz.

 

 

O QUE FAZ?

Ao nível da coadjuvação da atividade letiva, o Programa desenvolve-se em três eixos:
(1) Ensino Regular - 2 Técnicos de Natação por turma;
(2) Unidades de Apoio Especializado (UAE) - Apoio Individual prestado por Técnicos Especializados na área da deficiência e do desporto adaptado;
(3) Eixo de ligação entre o Ensino Regular e as UAE - destinado aos alunos que apresentam dificuldades motoras, psicomotoras, comportamentais, emocionais e/ou sociais, com repercussões em termos do processo ensino-aprendizagem, mas que apresentam condições para estarem integrados na turma. Estes alunos são também apoiados, de forma individual, no contexto da sua turma, por Técnicos Especializados. Trabalha-se assim, no sentido do crescimento individual de cada aluno, através da diferenciação pedagógica, promovendo a real inclusão.

Este trabalho desenvolve-se do 1º ao 4º ano de escolaridade em módulos de 12 aulas anuais (no eixo 1 e 3) e 10 aulas anuais (eixo 2). Ao longo do ano letivo, são promovidas convívios desportivos, realizados no término de cada turno das 12 aulas, destinados a alunos e nos quais se pretende promover o envolvimento da comunidade escolar e famílias.

Relativamente à componente letiva, desenvolve-se um trabalho de Supervisão Pedagógica, realizado por técnicos especializados, promovendo a formação e a melhoria contínua de todos os agentes envolvidos.

Paralelamente, é promovido um ciclo de Formação destinado a todos os agentes envolvidos (Professores de Educação Física/Técnicos de Natação, Professores das Turmas participantes no Programa, Auxiliares de Educação, Comunidade Educativa), com temáticas nas áreas da educação, saúde e desporto.

 

A QUEM SE DESTINA?

O Programa destina-se a todos os alunos das Escolas do 1º Ciclo do Ensino Básico da rede pública da cidade de Lisboa.

 

QUE RESULTADOS FORAM ATINGIDOS?

Desde o primeiro ano até ao momento, a taxa de participação dos alunos no programa, teve um incremento de 5% para 78%, o que representa um universo de 11.869 alunos.

Ao nível do universo de escolas possíveis de participar, abrangemos 95% das escolas do 1º ciclo da rede pública da cidade de Lisboa, perfazendo um total de 80 estabelecimentos de ensino.

Ao nível das aquisições pedagógicas, os resultados obtidos até à data têm demonstrado o sucesso na aquisição das competências; em 2014/15, verificou-se que 56% dos alunos do 4º ano de escolaridade, atingiram os objetivos pedagógicos propostos pelo programa, ou seja, no final do ciclo de aprendizagem de 4 anos, mais de metade das crianças podem afirmar "Já sei nadar".

Saber nadar constitui uma das principais ferramentas para a redução de situações de risco de saúde pública, como é o caso do afogamento infantil. Considerando a extensão costeira de um país como Portugal, este Programa constitui um eixo promotor da saúde infantil, sendo imperativo que se trabalhe e se continuem a potenciar os resultados atingidos.

 

QUAIS AS PARCERIAS?

O Programa decorre nas Piscinas Municipais sob gestão direta da CML ou sob gestão delegada nas Juntas de Freguesia de acordo com a reorganização administrativa de Lisboa, nos Clubes no âmbito de Contratos-Programa de Desenvolvimento Desportivo (Clube Atlético de Portugal, Ginásio Clube Português, Clube Oriental de Lisboa) e ainda em Piscinas Municipais com gestão delegada em clubes (Associação C.D.C. Estrelas S. João de Brito, Go Fit e Supera)  e  Piscinas de Clubes privados (Sporting Clube de Portugal, Clube VII e Clube Nacional de Natação) por via também de Contratos-Programa de Desenvolvimento Desportivo celebrados com o Município. Num total de 16 piscinas da cidade de Lisboa.

Na vertente do Programa para as UAE e do regime inclusivo, foram igualmente estabelecidos Contratos-Programa com Associações da área da deficiência (Associação de Paralisia Cerebral de Lisboa, Associação de Atividade Motora Adaptada, Cooperativa de Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados, CRL).

No que respeita à Formação, foi estabelecido um Contrato-Programa com a Sociedade Portuguesa de Educação Física (SPEF).

A última parceria estabeleceu-se com a Comissão Nacional de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ), dado o contexto em que o Programa se desenvolve e a competência que a CML, enquanto instituição governamental, tem em matéria de infância e juventude, tendo vindo a revelar-se bastante positiva na promoção dos direitos e proteção das crianças.

 

QUAIS OS CONTACTOS DE REFERÊNCIA?

Câmara Municipal de Lisboa
Departamento da Atividade Física e do Desporto
T: 213 588 586
E: dmed.dafd@cm-lisboa.pt
E: margarida.reis@cm-lisboa.pt (Coordenadora do Programa | Margarida Reis)